"O primeiro amor é um pouco de loucura e muita curiosidade." (George Bernard Shaw)

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Primeiro Amor - Capitulo 11


Subiu as escadas e se deparou com um corredor escuro e assustador. Tentou ir na sorte e abriu a primeira porta que viu pela frente. O quarto estava escuro, como o resto da casa e igualmente assustador, tinha o cheiro dela, e era delicado ao mesmo tempo,  lhe dava uma sensação boa, mesmo seu coração dizendo o contrario. Decidiu abrir a janela, já que não podia enxergar praticamente nada, com apenas uma brecha aberta.
Caminhou ate a janela e a abriu lentamente apreciando o lindo por do sol. Ela devia estar no banheiro. Então não a atrapalharia, mas para a sua grande surpresa quando se virou para se sentar, viu o chão e a cama com sangue se aproximou de onde estava o liquido e encontrou Demi caída toda suja com o mesmo sangue. Tão linda... Não podia ter feito isso com sigo mesma.
- Demi, por favor... Acorda
Não se importava de estar se sujando, tinha que salva-la de um jeito ou de outro. Arrancou uma de suas mangas e fez um curativo rápido. A pegou no colo com lagrimas escorrendo livremente pelo seu rosto e a levou ate o lado de fora. Esqueceu-se totalmente que havia deixado seu carro na sorveteria e xingou mentalmente por isso. Voltou com ela em seus braços pra dentro de sua casa e correu ate a garagem dela. Para sua sorte, tinha um carro ali dentro o que facilitou muito. Pegou a outra vez e a colocou no banco traseiro, dirigindo feito um louco ate o hospital.
De tempo em tempo, olhava pra traz pra vê-la pálida, com a esperança de que pudesse acordar e o deixá-lo tranqüilo por pelo menos um instante. Chegaram logo e ele fez o mesmo percurso a carregando para dentro do hospital.
______
Ficar num hospital era horrível. Pelo menos para Joe, era tudo branco e quieto, cheio de pessoas passando sem parar com salto altos o que pra ele fazia um barulho tremendo, e o tempo parecia não passar, esperava noticias dela a exatamente duas horas e ninguém sabia de nada.
Não avisara ninguém por enquanto. Tinha medo de que eles enlouquecessem, como ele ou o culpassem de tudo. Afinal, mesmo dizendo que não, era realmente o culpado, tinha brigado com Demi e a deixado sozinha logo depois.
___________




Mais um capitulo pra vocês. Eu sei que estou postando minúsculos
mas é de proposito.  Eu espero que gostem de montão e comentem rapidinho. 
bjs bjs 


Comentários para o Próximo 


Respostas 

8 comentários:

  1. Meu Deus! A Demi vem que ficar bem logo logo!
    Ficou perfeito!
    Porta logo.
    Beijos*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é quase isso...
      obrigada.
      Já postei
      bjs bjs

      Excluir
  2. Na boooa, você escreve muito bem sério, Devia Investir, quem sabe não vira uma escritora famosa. ?1 ;D, mas então quero lhe dizer que sua Fic é uma Das Melhores que eu já Li sério eu amo ela de Paixão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, de coração.
      Seria muito legal. Muito mesmo.
      Muito obrigada e espero que continue gostando.

      Excluir
  3. Oie, como vai. ?! Eu vou Bem(Ninguém perguntou eu sei.!). Quero dizer que você escreve muito beem velho, Sério sua fic é minha preferida. pfvr, posta Logo amor, Please. !?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, vou bem também.
      Muito obrigada.
      já postei ;)

      Excluir